recomendar este canal

Responsabilidade Social

O que significa?

Conceito e marcos importantes no contexto europeu

“O que está em causa é deixarmos aos nossos filhos, netos e gerações futuras um mundo onde valha a pena viver, com uma sociedade mais justa e um ambiente mais saudável e limpo. Trata-se de um dever a que não podemos faltar.”

Romano Prodi, Presidente da Comissão Europeia entre 1999 e 2004 sobre a Estratégia para o Desenvolvimento Sustentável

 

O que é a Responsabilidade Social?

Marcos do caminho percorrido pela União Europeia

Princípios norteadores da política da Comissão Europeia sobre a Responsabilidade Social

 


O que é a Responsabilidade Social?


As definições de responsabilidade social variam entre uma interpretação mais abrangente ou mais restritiva do conceito que tem evoluído ao longo do tempo. A Comissão Europeia definiu no seu Livro Verde (2001) responsabilidade social “como a integração voluntária de preocupações sociais e ambientais por parte das empresas nas suas operações e na sua interação com outras partes interessadas.”

 

Na sua comunicação de 2002 sobre a questão clarificava que não obstante “a ampla gama de abordagens da RSE, as suas principais características reúnem consenso generalizado:

  • por RSE entende-se um comportamento que as empresas adotam voluntariamente e para além de prescrições legais, porque consideram ser do seu interesse a longo prazo;
  • a RSE está estreitamente associada ao conceito de desenvolvimento sustentável: as empresas têm de integrar nas suas operações o impacto económico, social e ambiental;
  • a RSE não é um "acrescento" opcional às atividades nucleares de uma empresa, mas sim à forma como esta é gerida.”

 

Assim, a existência de uma política de responsabilidade social implica necessariamente, uma política que abranja três pilares: social (pessoas), ambiental (Planeta) e económico (lucro) 

 


topo 

Marcos do caminho percorrido pela União Europeia


1993

  • Jacques Delors, à data Presidente da Comissão Europeia, lançaria o importante apelo ao setor empresarial europeu para combater o desemprego e a exclusão social.


1995

  • O Presidente da Comissão Europeia juntamente com 20 empresas assina a Declaração Europeia das Empresas contra a Exclusão Social.

 

1996

  • É criada a Rede Europeia de Empresas para a Coesão Social mais tarde designada CSREurope (Rede Europeia de Empresas para a responsabilidade Social Empresarial).

 

2000

  • O Conselho Europeu fez  “um apelo especial ao sentido de responsabilidade social das empresas no que toca às melhores práticas de aprendizagem ao longo da vida, organização do trabalho, igualdade de oportunidades, inclusão social e desenvolvimento sustentável” [vide Conclusões do Conselho Europeu de Lisboa (23-24 de março)].

 

2001

  • É aprovada a Estratégia da UE para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) pelo Conselho Europeu de Gotemburgo (junho);
  • A Comissão Europeia apresenta o Livro Verde Promover um quadro europeu para a responsabilidade social das empresas [COM(2001) 366 final,  de 18 de julho].

 

2002

 

2006

 

2007

 

2010

 

2011


2013


2014



2015



topo

Princípios norteadores da política da Comissão Europeia sobre a Responsabilidade Social

 

Pacto Global das Nações Unidas

Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos (Nações Unidas)

Norma internacional de Responsabilidade Social Empresarial ISO 26000

Declaração Tripartida de Princípios sobre Empresas Multinacionais e Política Social (Organização Internacional de Trabalho)

Diretrizes da OCDE para as Empresas Multinacionais