recomendar este canal

Aprender a Europa com o CIEJD

Ensinar como quem conta

Formar diferentes públicos sobre a União Europeia.

Privilegiar a formação, para diferentes públicos, em assuntos da União Europeia (UE) tem sido uma das bandeiras do CIEJD. Procura-se através da promoção do conhecimento, gerar uma participação informada e ativa no processo de construção comunitária.


Entidade certificada para a formação, o Centro tem apostado, ao longo da sua existência, na realização de uma série de atividades de cariz (in)formativo: cursos, jornadas, workshops, seminários, Aulas Jacques Delors, sessões de informação e debate, destinadas a públicos específicos e cobrindo todo o território nacional.


A criação de conteúdos próprios - apresentações didáticas, fichas pedagógicas, publicações, brochuras, jogos/quizzes, sopas de letras, animações teatrais, etc. - de suporte às atividades formativa e de animação pedagógica, reunidos no canal Aprender Europa, de livre acesso, têm contribuído, designadamente, para aproximar a comunidade educativa das temáticas europeias. De referir que este canal foi recentemente incluído no Espaço dos Professores do Portal Europa.


É também de salientar a atribuição do selo “Projeto EDU” a diversos recursos técnico-pedagógicos, considerados pela Direção-Geral de Educação do Ministério da Educação e Ciência com interesse educativo. De relevar, ainda, a disponibilização de muitos desses conteúdos no Portal das Escolas.


O CIEJD procura, assim, adequar a sua Oferta Formativa anual aos temas comunitários mais relevantes, trabalhando, no entanto, de forma continuada as questões da Cidadania Europeia. De realçar que todas as ações de formação são objeto de avaliação por parte dos seus participantes. Esta prática permitiu ao Centro melhorar a sua atuação, indo ao encontro das necessidades dos seus públicos.


A atividade editorial tem, também, contribuído significativamente para o conhecimento dos temas Europeus. A revista Europa Novas Fronteiras (já vai em 30 edições) e a distinção anual do Prémio Jacques Delors (num total de 23 trabalhos inéditos publicados sobre temáticas da UE) são disso um exemplo vivo.


De destacar, ainda, os vários contributos do CIEJD noutras publicações, nomeadamente enquanto Organismo Intermediário no âmbito da Parceria de Gestão, sem nunca esquecer a sua ligação à comunidade escolar, traduzida nomeadamente através da colaboração prestada em alguma edições para os mais jovens.