recomendar este canal

Prémio Calouste Gulbenkian

Prémio Calouste Gulbenkian
Prémio Calouste Gulbenkian
ver Links Links relacionados
Fundação Calouste Gulbenkian

Atribuição anual

A Fundação Calouste Gulbenkian atribui um prémio internacional, no valor de 250.000 EUR, a quem se tenha distinguido pelo seu papel na defesa dos valores essenciais da condição humana.

 

Este Prémio, que irá vigorar por cinco anos, surge em substituição dos cinco prémios Gulbenkian atribuídos entre 2007 e 2011, nas áreas do Diálogo Intercultural e Ambiente, da Arte, Ciência, Beneficência e Educação.

 

Objetivo

Destinatários

Avaliação

Processo de nomeação

Prémio

Vencedora da edição 2014

Cerimónia de entrega

Fonte oficial

 


 

Objetivo

 

Distinguir uma individualidade ou uma instituição que, pelo seu pensamento ou ação, tenha contribuído de forma decisiva e com particular impacto para a compreensão, defesa ou promoção dos valores universais da condição humana, nomeadamente o respeito pela diferença e diversidade, a cultura da tolerância e a preservação do ambiente na relação do homem com a natureza.

 


topo

Destinatários

 

O novo Prémio Calouste Gulbenkian possui uma abrangência internacional, ou seja, serão consideradas como elegíveis para o Prémio quaisquer pessoas singulares ou coletivas sem fins lucrativos, independentemente da sua nacionalidade.

 


topo

Avaliação

 

As nomeações serão avaliadas por um júri, presidido por Jorge Sampaio, cuja composição refletirá a dimensão internacional do Prémio. A decisão final caberá ao Conselho de Administração da Fundação.

 

No processo de avaliação das nomeações, o júri utilizará como critérios fundamentais a prossecução dos objetivos que presidiram à instituição do Prémio, bem como o impacto, a originalidade e o carácter inovador da contribuição do candidato nomeado para a temática em questão, na atualidade.

 


topo

Processo de nomeação

 

O processo de submissão de nomeações, nacionais e internacionais, ao Prémio Calouste Gulbenkian decorre entre os dias 15 de fevereiro e 15 de maio de cada ano, na página de oficial da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

As nomeações terão de ser realizadas por terceiros, isto é, por individualidades ou instituições alheias à organização ou indivíduo que se pretende nomear.

 

Atendendo à dimensão internacional do Prémio, o formulário de nomeação deverá de ser preenchido em inglês.

 


topo

Prémio

 

250.000 EUR

 


topo

Vencedora da edição 2016

 

O júri do Prémio Calouste Gulbenkian, presidido por Jorge Sampaio, distinguiu, entre 75 candidaturas, uma organização ambiental brasileira que se tem destacado na defesa da floresta do Amazonas e das suas comunidades. A Fundação Amazonas Sustentável é a grande vencedora do Prémio Calouste Gulbenkian 2016. O júri enalteceu a ação desta organização que, operando numa “zona mundialmente tão crítica como a Amazónia” desenvolve projetos para “reduzir o desmatamento, preservar a biodiversidade contribuindo para melhorar a qualidade de vida das populações tradicionais”.

 


topo

Cerimónia de entrega

 

A cerimónia de entrega da edição de 2016 do Prémio teve lugar na Fundação Calouste Gulbenkian,no Anfiteatro ao ar livre, a 20 de julho.

 


 

Júri

 

O Júri do Prémio Calouste Gulbenkian é constituído por:

 

  • Jorge Sampaio (Presidente)
  • Vartan Gregorian (Carnegie Corporation, EUA)
  • Comandante Pedro Pires (antigo Presidente da República de Cabo Verde)
  • SAR Princesa Rym Ali da Jordânia (fundadora Jordan Media Institute)
  • António Nóvoa (antigo reitor da Universidade de Lisboa)
  • Mónica Bettencourt-Dias (investigadora Instituto Gulbenkian de Ciência)

 


topo

Fonte oficial

 

Sítio da Fundação Calouste Gulbenkian

Regulamento do prémio

 


 

Esta informação não dispensa a consulta do anúncio e regulamento oficial. Os pedidos de informação devem ser dirigidos à respetiva entidade, cujo contacto se encontra acima indicado.