recomendar este canal

Editorial

Chegou o verão

Junho de 2010

Caro utilizador,

 

Chegou o verão e com ele vários motivos de inspiração. De entre as várias propostas que lhe trazemos, começamos por lhe sugerir que conheça o Atlas Europeu dos mares. Através dele pode aceder ao mundo marinho e conhecer o extraordinário património marítimo comum europeu. Aproveite para conhecer mais de perto, na ligação que lhe proporcionamos, a Agência Europeia de Segurança Marítima, localizada também no Cais de Sodré, mesmo ao pé do CIEJD, e fique a saber como é fundamental o seu papel, a nível da UE, no que respeita a monitorização dos mares, a nível da prevenção da poluição e da segurança marítima.

 

Em tempo de férias, não deixe também de consultar o relatório anual sobre a qualidade das águas balneares qualquer que seja a sua opção, em Portugal ou outros países da União.

 

Nas últimas semanas temos acompanhado pela imprensa as notícias que se sucedem sobre a crise financeira e económica, sobre o agravamento das percepções dos cidadãos sobre a construção europeia, sobre o modelo de desenvolvimento económico, sobre a continuidade do euro. Bem a propósito teve lugar um excelente colóquio Integração e Democracia, organizado pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, por ocasião dos 25 anos da assinatura do Tratado de adesão de Portugal às CE, que deu um contributo muito positivo para o debate. Convido-o a aprofundar este tema, que nos deve mobilizar a todos, como salienta Jorge Sampaio, “neste momento de crise - financeira, económica e orçamental - não há espectadores, todos somos responsáveis”. Sugiro por isso nesta newsletter a leitura das Conclusões do Conselho Europeu de 17 de Junho. Poderá inteirar-se das medidas tomadas ao mais alto nível político para procurar pôr as nossas economias no caminho de um crescimento sustentável e criador de empregos.

 

Uma reflexão sobre o futuro da Europa deverá levar-nos naturalmente às fontes do projecto europeu.

 

Convidamo-lo a tomar nota do sucesso que tem tido a exposição itinerante que disponibilizamos sobre Jean Monnet e convidamo-lo a propósito a revisitar o livro das suas “Memórias” que poderá consultar na nossa Biblioteca, solicitar o empréstimo domiciliário ou até mesmo reservar esta obra para o momento mais oportuno para si, se for um utilizador registado. Não se esqueça que agora já pode fazê-lo, onde quer que se encontre, com o seu cartão de cidadão.

 

A Directora

Clotilde Camara Pestana