recomendar este canal

Prémios Nobel

Face de uma das Medalhas dos Prémios Nobel
Face de uma das Medalhas dos Prémios Nobel
ver Links Links relacionados
Fundação Nobel

Atribuição anual

Os Prémios Nobel são atribuídos, anualmente, a 10 de Dezembro, data de aniversário da morte do seu mentor Alfred Nobel, a todas as pessoas que contribuíram para o bem da Humanidade, por meio de pesquisas pioneiras, da invenção de técnicas importantes ou pelos contributos que forneceram à sociedade. Deste modo, os laureados são personalidades que durante um ano se distinguem em áreas como: a paz; a química e a física; a medicina e a literatura.

 

 


 

Prémios Nobel

 

Os Prémios Nobel foram atribuídos pela primeira vez em 1901 e a sua cerimónia de entrega anual constitui o momento alto da Semana Nobel. Durante a Semana Nobel os galardoados realizam as denominadas "Leituras Nobel", exceção feita quanto ao vencedor do Prémio Nobel da Paz em que esta tem lugar na própria cerimónia de entrega. Estas ações consistem na leitura em público de um tema relacionado com a categoria do prémio pelo qual são condecorados.

O processo de nomeação dos Prémios inicia-se em setembro, mais de um ano antes da divulgação do laureado, com o envio de cerca de três mil convites a membros de academias, professores universitários, cientistas, anteriores laureados, membros de Assembleias parlamentares de diversos países, entre outras entidades.

 

Os nomes dos candidatos sugeridos pelos membros convidados são posteriormente selecionados, resultando numa lista de 250 a 300 nomes pré-selecionados.

 

Em outubro, do ano seguinte, tem lugar a votação por maioria, processo pelo qual são escolhidos os Prémios Nobel. Imediatamente após a votação realiza-se uma conferência de imprensa na instituição designada para cada um dos Prémios.

Cada Prémio Nobel pode ter no máximo três laureados.

 

Prémio Nobel da Paz

 

O Prémio Nobel da Paz é atribuído no Oslo City Hall, na Noruega, cumprindo assim o desejo formulado por Alfred Nobel no seu testamento, no qual determinou igualmente a criação de

um comité constituído por cinco elementos e eleito pelo Parlamento Norueguês. Este comité insere-se no Instituto Nobel Norueguês e os seus membros são eleitos num mandato de seis anos, com possibilidade de serem reeleitos. A cerimónia de entrega é presidida pelo Rei Harald da Noruega, que entrega ao laureado o prémio relativo ao Nobel da Paz.

 

Prémio Nobel da Química e o Prémio Nobel da Física

 

O Prémio Nobel da Química e o Prémio Nobel da Física são designados anualmente pela Real Academia Sueca de Ciências, por meio dos dois Comités Nobel independentes, eleitos por um período de três anos, encarregues da seleção dos nomeados, respetivamente, nas categorias da Física e da Química.

 

Prémio Nobel da Medicina ou Fisiologia

 

O Prémio Nobel da Medicina ou Fisiologiaé atribuído pelo Karolinska Institutet, por meio de uma assembleia constituída por cinquenta membros dotados de poder de voto, que são eleitos por três anos de entre os professores de medicina do Instituto.

 

Prémio Nobel da Literatura

 

A atribuição do Prémio Nobel da Literatura é da responsabilidade da Academia Sueca, que por meio do seu comité, composto na sua maioria por escritores e também ele eleito por três anos, escolhem o laureado, sendo que este comité e, sobretudo, os seus membros contam com a colaboração de conselheiros para o processo de análise das obras em concurso.

 


topo

Outras informações

 

Cada laureado recebe

 

  • Medalha do Nobel correspondente à categoria pelo qual é nomeado
  • Diploma
  • Certificado comprovativo do Prémio Nobel
  • Prémio monetário de 10 milhões de Coroas Suecas (SEK)

 

Curiosidades

 

  • Os nomes dos candidatos, assim como a identidade de quem nomeia, são mantidos em segredo durante um período de cinquenta anos
  • As medalhas dos Prémios Nobel têm o mesmo design desde 1902, ano em que foram entregues pela primeira vez, dado não terem ficado prontas para a primeira cerimónia, que teve lugar um ano antes
  • Na cerimónia inaugural foram entregues aos laureados umas medalhas esculpidas especialmente para o evento daquele ano, tendo por isso um carácter provisório
  • Na história dos Prémios Nobel figuram duas personalidades portuguesas, Egas Moniz, laureado com o Prémio Nobel da Medicina em 1949, e José Saramago, vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 1998
  • Craig C. Mello, um dos Prémios Nobel da Medicina em 2006 (partilhou a distinção com Andrew Z. Fire), tem na sua família raízes açoreanas, uma vez que o seu avô paterno era descendente de açoreanos

 

Prémio em Ciências Económicas em memória de Alfred Nobel

 

O Prémio em Ciências Económicas em memória de Alfred Nobel, instituído pelo Banco Central Sueco (Sveriges Riksbank) em 1968, homenageia o industrial e engenheiro químico, e embora seja, muitas vezes, noticiado o seu vencedor como sendo Prémio Nobel da Economia, na realidade tal nomeação não existe. As únicas semelhanças com os Nobel são, para além da referência a Alfred Nobel, o facto de a sua nomeação ser efetuada pela Real Academia Sueca de Ciências e a sua entrega decorrer na mesma cerimónia que os Prémios Nobel da Química, Física, Medicina ou Fisiologia e Literatura.

 

Os Prémios Nobel da Química, Física, Medicina e Literatura, assim como o Prémio em Ciências Económicas são atribuídos na Cerimónia de Entrega dos Prémios Nobel, que tem lugar no Stockholm Concert Hall, na Suécia. Organizada anualmente pela Fundação Nobel esta cerimónia é presidida pelo Rei Carlos Gustavo da Suécia, que à semelhança do seu congénere norueguês entrega os prémios aos seus vencedores.

 


topo

Alfred Nobel (1833-1896)

 

Alfred Nobel nasceu em Estocolmo, na Suécia, no dia 21 de Outubro de 1833, local onde viveu até aos nove anos de idade, altura em que seu pai, Immanuel Nobel, um famoso engenheiro sueco ligado à construção de algumas pontes e edifícios em Estocolmo e forçado, após ter declarado falência, a viver na Rússia, levou toda a família para São Petersburgo, cidade onde passariam a residir.

 

O jovem Nobel cedo revelou, não só a sua aptidão para a aprendizagem de línguas, tornando-se fluente em alemão, inglês, francês, sueco e russo, mas também um forte interesse por literatura inglesa, poesia, química e física.

 

Impulsionado pelo seu pai, Nobel formou-se em Engenharia Química, tendo ao longo da sua formação visitado países como a França, a Alemanha e os EUA. Em Paris, trabalhou no laboratório do famoso químico T. J. Pelouze, onde conheceu Ascanio Sobrero, o engenheiro responsável pela descoberta da nitroglicerina, matéria pela qual Nobel se viria a interessar profundamente.

Com o seu regresso à Suécia, em 1863, Alfred Nobel concentrou-se no desenvolvimento da nitroglicerina enquanto explosivo, procurando torná-la um agente mais seguro, o que o conduziu à descoberta da dinamite.

 

Graças ao sucesso da sua descoberta, o Engenheiro Químico sueco tornou-se um industrial bem sucedido e em permanente viagem pelas diversas unidades industriais e laboratoriais sediadas em diversos pontos do globo. Esta situação levou Victor Hugo a considerá-lo “o vagabundo mais rico da Europa”.

 

Alfred Nobel materializou igualmente a sua antiga paixão pela literatura, em obras de poesia e drama. O engenheiro e autor faleceu a 10 de Dezembro de 1896, na cidade italiana de São Remo, tendo sido com alguma surpresa, que se descobriu que, em testamento, Nobel doava toda a sua fortuna para ser usada na criação dos Prémios Nobel.

 

Os executores do seu testamento, Ragnar Sohlman e Rudolf Lilljequist fundaram a Fundação Nobel destinada à gestão da sua herança e à atribuição dos Prémios Nobel, ainda que tivessem de enfrentar a oposição da família de Nobel.

 


topo

Saber mais...

 

Sítio Internet dos Prémios Nobel [en]

Todos os laureados com os Prémios Nobel [en]

 


 

Esta informação não dispensa a consulta do anúncio e regulamento oficial. Os pedidos de informação devem ser dirigidos à respectiva entidade, cujo contacto se encontra acima indicado.